12 Dias
Duração
Porto
Localização

Roteiro 12 dias Portugal 0 roteiro perfeito para quem quer começar as férias em Portugal começando na cidade do Porto.

Visitando o Norte, centro e um pouco do Sul de Portugal, sua cultura, suas gentes e sobretudo sua gastronomia e seus vinhos.

Nº Pessoas2345678
Preço Total3180€3250€3590€3720€3880€3930€4025€

LOCAL DE PARTIDAHotel/Apartamento, Porto
HORA DE PARTIDAOs dias começam pelas 9:00 AM aproximadamente
HORA DE RETORNOOs dias terminam pelas 18:00 aproximadamente
INCLUÍDO
Guia credenciado e exclusivo

Surpresa em cada dia ( visita ou degustação )

Refeições e dormidas do Guia

Águas Grátis

Wifi Grátis

Viatura extremamente confortável

Transfer de e para o aeroportoWifi Grátis
NÃO INCLUÍDO
Refeições
Hotéis

Entradas em Monumentos

Portugal, o país das laranjas, em inglês, francês, espanhol, neerlandês, sueco e alemão ,“diz-se” Portugal, em italiano, Portugallo, em polaco Portugalia, a laranja um citrino, nascido na laranjeira criado na antiguidade através do cruzamento da tangerina com o pomelo, uma fruta comum no sudeste asiático; Índia, Malásia ou o Vietnam nos nossos dias a  laranja é um importante negócio para os país do mediterrâneo, assim como em algumas partes do globo, sendo que o maior produtor o Brasil com uma produção anual a rondar os 18 milhões de toneladas.

No séc XVI, os portugueses “trouxeram” a laranja para portugal e, assim foram os portugueses que a introduziram na Europa, daí Portugal, o país das laranjas! Por este motivo, e por incrível que pareça, ainda hoje as laranjas são denominadas portuguesas em alguns países europeus!

A sul de Portugal, temos o Algarve um tesouro natural e com imenso património para explorar, a palavra Algarve é originário da expressão árabe al-gharb, que significa ocidente, está ainda dividido em duas regiões: o “Barlavento” e o “Sotavento”, e o “Barlavento” é o “Sotavento” e o Oriente a leste.

Retire já as dúvidas de nosso Roteiro 12 dias Portugal, com o Hugo, porque espera ?!?!

GuardarGuardar

GuardarGuardar

Inicio

Transfer desde o aeroporto

O Nosso roteiro 12 dias Portugal começa com a vossa chegada, onde ainda no caminho lhes damos umas dicas da cidade bem como restaurantes ou outros locais interessantes junto ao hotel ou apartamento.
1ºDia

O Porto

Dia dedicado na integra á visita do Porto, a segunda maior cidade em Portugal, começaremos nosso passeio pela Casa da Musica este monumental anfiteatro com uma arquitectura moderna mas funcional, em direção a Matosinhos com seu porto e a Foz onde vive a classe média-alta da região do Porto.

Já na Baixa do Porto, pela avenida dos Aliados tendo com a prefeitura como edifício mais emblemático, bem como a estátua de Dom Pedro I do Brasil, o que demostra o amor do mesmo pela cidade, uma vez que aqui deixou o coração. Logo de seguida nosso Tour nos levará a visitar uma das mais famosas e belas livrarias em todo o mundo a livraria Lello, razão que levou a um dos filmes do celebre Harry Potter ter sido inspirado nesta livraria extremamente charmosa com o interior parecendo madeira, de seguida a Catedral do Porto com uma vista fantástica da cidade, o Palácio da Bolsa, a Igreja de São Francisco entre outros.

Vamos então cruzar a Ponte de D. Luis, para Gaia onde iremos visitar uma das caves do Vinho do Porto, para entender todo o processo  da produção deste vinho único, que é o vinho do Porto, bem próximo temos o Mosteiro da Serra do Pilar com uma vista deslumbrante da cidade do Porto bem como a foz do rio Douro.

Visita e degustação em Cave do Vinho do Porto

Pernoita no Porto

2ºDia

Braga e Guimarães

Descobrir esta região é envolver-se com o Minho, em Guimarães, cidade Património da Humanidade desde 2001, localizada na colina sagrada onde uma estátua de Dom Afonso Henriques permanece vigilante. Aí descobriremos os segredos de seu castelo e da fundação de Portugal, igreja de São Miguel e Paço dos Duques de Bragança. Percorremos as suas ruas que parecem ter saído de uma fábula medieval e onde pontificam bonitas praças como a de São Tiago, Toural e Oliveira. Não poderemos também desperdiçar a oportunidade de provar um pastel de Santa Clara.

Após o almoço iremos conhecer Braga, uma cidade moderna que apesar disso se sente que também os antigos romanos por lá passaram. Visitaremos a sua Catedral, local onde está guardada a cruz utilizada na primeira missa rezada no Brasil, admirar os seus magníficos órgãos de tubos, conhecer o coro alto e as capelas mortuárias de alguns arcebispos Bracarenses onde encontraremos os túmulos dos pais do primeiro rei de Portugal(D. Afonso Henriques).

Já imaginou ser levado por um elevador  movido a água utilizando contrapesos de água, o mais antigo no Mundo sem nunca ter conhecido um acidente, com  um depósito da cabine que se encontra na parte superior do percurso é atestado de água para, através da diferença de peso, fazer a outra cabine subir a encosta, sendo a água esvaziada quando chega ao sopé.

A visita não ficará completa sem passarmos por algumas atrações da cidade como o Paço Episcopal com os seus jardins denominados de Santa Bárbara,o Largo e a igreja da Cruz e finalmente a praça da República onde se sente o pulso a esta cidade vibrante. Haverá ainda tempo para deixar-mo-nos envolver espiritualmente pelas suas capelas que nos contam a Via Sacra e relaxar nos seus verdejantes jardins.

Trajeto no elevador movido a água

Pernoita no Porto

3ºDia

Porto - Amarante - Vale do Douro

Terceiro dia de nosso roteiro vamos deixar nosso hotel no Porto, tendo como primeira paragem Amarante, poderemos rezar a um conhecido santo casamenteiro, São Gonçalo de Amarante. Para além de admiramos a igreja e convento com o nome da venerável figura poderemos também ver a ponte do Séc XVIII que une as margens do Rio Tâmega, o maior afluente do Douro. De seguida continuamos para Vila Real, mais propriamente até à freguesia de Mateus para podermos admirar uns dos mais belos palácios barrocos de Portugal com os seus jardins e história. Neste Palácio ou Solar de Mateus teve origem o afamado vinho Mateus Rosé.

Nosso roteiro segue então para o Alto Douro vinhateiro, para admirar uma vista de cortar o fôlego no Miradouro de Casal de Loivos e visitar a estação de comboio do Pinhão onde os 24 painéis de azulejos nos mostram o trabalho árduo na produção do precioso néctar. Esta região foi considerada pela Unesco como património da humanidade em 2001.

E agora a razão que nos trouxe ao Vale do Douro, a visita uma Quinta, onde vamos entender todo este processo, desde o cultivo, a poda, a vindima, até ao tão esperado produto final o vinho e com certeza que no final iremos em conjunto ter a mesma opinião, o tanto que custa a produção do mesmo é claro que para além de tanta conversa, chega a vez de provar o mesmo.

Visita e degustação a uma Quinta

Pernoita Vale do Douro ou Lamego

4ºDia

Vale do Douro - Lamego - Viseu - Coimbra

No Quarto dia de nosso roteiro 12 dias Portugal, começa o dia com a visita a Lamego, mais precisamente no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios com a sua escadaria, construída no século XVIII, no cume do Monte de Santo Estêvão, em honra da Senhora dos Remédios, padroeira de Lamego.

Sua escadaria, do centro da cidade até o topo do Monte, cheio de lugares sagrados e recantos surpreendentes, é provavelmente o maior símbolo de devoção a Nossa Senhora dos Remédios.

Passagem então noutra importante cidade Portuguesa Viseu, conhecida por transmitir a garra dos Portugueses, repleta de arte sacra e a arquitectura religiosa, como se comprova nas  igrejas que adornam o centro histórico, o Museu de Arte Sacra e a própria Sé, um dos mais emblemáticos edifícios de Viseu e testemunho da importância desta cidade beirã como sede de diocese.

A catedral de Viseu é, aliás, um excelente ponto de partida para uma visita à cidade, no Adro da Sé, um dos principais locais de interesse do centro histórico, pode encontrar, para além da Sé e dos Museus, a Igreja da Misericórdia, o pelourinho e o Passeio dos Cónegos. Aqui não é raro deparar-se com o negro granito, característico da região, emoldurando em contraste as fachadas brancas de aspecto imaculado.

Daqui vamos então para Coimbra, para pernoita.

Visita e degustação em Queijaria ou Similar

Pernoita em Coimbra

5ºDia

Coimbra

​Visita á cidade de Coimbra; Paço da Universidade onde a Biblioteca Joanina ocupa um lugar de destaque já dentro da Universidade. A construção da Biblioteca Joanina começou no ano de 1717, por cima do antigo cárcere do Paço Real, com o objectivo de albergar a biblioteca universitária de Coimbra, e foi concluída em 1728, seu tecto, os frescos foram executados pelo ilustre Mestre António Ribeiro e Vicente Nunes, e o retrato de Dom João V ao fundo da sala foi feito pelo italiano Domenico Dupra.

Depois de apreciar a biblioteca, continuaremos visitando a Universidade de Coimbra e visitaremos outros lugares interessantes como; Capela de São Miguel, a sala dos Capelos”, Torre “cabra” entre outras. Apesar de ter sido construída no seguimento do projecto régio de reforma dos estudos universitários (consequência da difusão das correntes iluministas em Portugal), a Biblioteca Joanina é reconhecida como uma das mais originais e espectaculares bibliotecas barrocas europeias.

IMPORTANTE – Se na visita a Coimbra a visita interior á Universidade é imprescindível para si, avise-nos durante a reserva de seu roteiro 12 dias Portugal para efetuarmos a reserva dos ingressos na Universidade ( não incluso no valor ), pois a visita á Biblioteca Joanina é numerada e de outra forma será praticamente impossível fazer a visita no momento, depois da reserva feita será cobrada ao cliente o valor do mesmo no final do passeio ( 11,5€/pessoa ), mesmo qua visita não seja efetuada por desistência do cliente ou atraso do mesmo.

Ainda em Coimbra em nosso roteiro visitamos a Baixa de Coimbra ou Centro Histórico de Coimbra é a denominação dada á zona central da cidade de Coimbra, em Portugal. A designação foi desenvolvida com a separação entre a “Alta”, onde vivia a nobreza, o clero e, mais tarde, os estudantes e a “Baixa”, predominada pelo comércio, artesanato e bairros ribeirinhos.Uma região para relaxar e deixar-se perder nesta encantadora cidade, suas ruas estreitas, lindos becos e praças, onde encontrará inúmeros cafés, pastelarias e restaurantes. A Baixa de Coimbra muito rica em cultura e com uma gastronomia inesquecível, esta área tem sido o centro comercial da cidade há centenas, senão milhares de anos, mantendo a sua atmosfera genuína e personalidade única.

Uma sugestão de visita será a Catedral do século XII em estilo românico a, o Arco da Almedina e visita a Igreja de Santa Cruz onde está enterrado o primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques (Afonso I).

Tempo livre para desfrutar da Baixa de Coimbra. Possível almoço em Mealhada, famoso pelo seu leitão assado.

Pasteis de Tentúgal

Pernoita em Coimbra

6ºDia

Coimbra - Fátima - Tomar

Neste dia de nosso roteiro 12 dias Portugal, deixamos nosso hotel em Coimbra em direção a Fátima, onde se encontra um dos mais importantes Santuários Marianos no Mundo, onde prestaremos homenagem a nossa Senhora na Cova da Iria através da visita ás duas Basilicas ali existentes; Nossa Senhora do Rosário e Santíssima Trindade e claro á mais antiga a Capela das Aparições.

A Capela das Aparições, foi primeira Capela a ser construída logo a seguir ás aparições de nossa senhora, localizada no centro do Santuário é um lugar imperdível, não pela grandeza, mas pelo significado, obrigatória a visita em nosso Tour Fátima Batalha Nazaré e Óbidos.

Num extremo a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, construída em 1928 com uma arquitetura neo-barroca, aqui vai encontrar os túmulos dos três pastorinhas as crianças ( francisco e Jacinta ), e agora também o túmulo de Irmã Lúcia, falecida em 2005, no outro extremo a imponente Basílica da Santíssima Trindade, construída em 2007 com mais de 8.000 lugares e 40.000 m² de área projetada pelo arquiteto grego Alexandros Tombazis.

Visita ás casas onde as crianças nasceram, num local chamado de Valinhos a cerca de três quilômetros temos as casas onde as crianças nasceram, estas casas estão extremamente bem preservadas e a visita será gratuita.

Chegada a Tomar, nesta que ficou conhecida como a cidade dos Templários, a parte mais antiga da cidade ( Medieval ) orientada em pontos cardeais em cruz, com um convento em cada um de seus extremos no centro a  Praça da República, com a Igreja Matriz, a oeste a colina do Castelo e do Convento de Cristo. Inúmeras lojas de comércio tradicional aqui podemos encontrar  também o café mais antigo famoso pelas suas queijadas de amêndoa e de chila e as tradicionais Fatias de Tomar, feitas apenas com gemas de ovos e cozidas em banho-maria numa panela muito especial reza a lenda inventada por um latoeiro da cidade em meados do século XX.

Visita á Igreja de Santa Maria do Olival, edificada no século XII e foi a sede da Ordem dos Templários no país. Com 3 naves foi classificada como Monumento Nacional em 1910 e é um dos exemplares mais emblemáticos da arte gótica em Portugal. Aqui estão supultados Guladim Pais, fundador da cidade, e outras grão-mestres da Ordem, uma Igreja que parece mais pequena que na realidade é uma vez que está enterrada dois metros abaixo do chão.

A construção do Convento de Cristo iniçia-se com o castelo templário, na vanguarda da arquitetura militar medieval do mesmos período a Charola, românica, inspirada na Igreja do Santo Sepulcro de Jerusalém e que assumia a dupla função de oratório e de atalaia militar. Quando a Ordem Militar do Templo foi extinta, D. Dinis, em Portugal, cria a Ordem Militar de Cristo, que vem a ser herdeira dos bens, graças e privilégios que haviam pertencido aos templários.

Entradas no Convento de Cristo

Pernoita em Tomar

7ºDia

Tomar - Marvão - Évora

Dia para desfrutar do Alentejo, a região mais extensa em Portugal, com suas planícies cheias de Oliveiras e sobreiros ( árvores de cortiça). Marvão próximo com a fronteira de Espanha, no ponto mais alto da bonita Serra de São Mamede, na região Alentejana num ambiente de paz de espírito e tranquilidade, rodeada por muralhas do século XIII e do século XVII, erguendo-se bem alta esta histórica vila de ruas sinuosas e branco casario.

Tempo agora para desfrutar-mos de Évora, explorar esta bela vila medieval que trai milhares de pessoas todos os anos, sendo que a Capela dos Ossos atrai mais atenções, esta capela sinistra com as paredes e pilares revestidos com ossos e crânios humanos calcula se que sejam mais 5.000 monges. Não se assuste quando na entrada ler; “Nos ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos” pois só nos leva refletir sobre a vida.

Outro monumento de grande valor é o Templo de Diana ou Templo de Évora, que faz jus á importância que os Romanos davam a esta bela cidade, junto á Catedral, construída no período romano, daqui podemos ver o magnífico aqueduto da “Água da Prata”, fora das muralhas da cidade e estendendo-se da periferia da cidade, alguns dos seus arcos ainda são visíveis dentro da cidade, construída no século XVI para garantir o transporte de água.

Não só Romanos aqui viveram, os árabes construíram as suas ruas e vielas nos séculos XI e XII, Évora foi ainda residência de alguns reis portugueses, um ponto de convergência de artistas de renome, apoiado pelo patronato e dinastia reinantes de Portugal.

Acabando nosso dia com a visita com a visita a uma fábrica de cortiça tradicional onde iremos aprender todo o processo, desde conhecer a árvore ( sobreiro ), sua extração, a escolha, preparação até ao produto final.

Sabia que a casca do Sobreiro cresce a cada ano e que de nove em nove anos ela tem de ser retirada da árvore, chegando aos 25 centímetros de espessura, o material que perfeito resistente ao calor, frio e fogo, após a remoção da cortiça a árvore volta a regenerar-se, Portugal é responsável por 55% da produção mundial de cortiça, hoje muito valorizada quer em revestimentos decorativos para paredes e pisos, ou até o fabrico de artigos desportivos o material ideal para os grãos de basebol ou o cabo de varas de pesca.
No entanto em muitos Países a cortiça é mais conhecida por ser matéria-prima das rolhas de vinho uma vez que permite que micro-porções de oxigénio entrem em contato com o vinho, para que o vinho possa “envelhecer” mantendo a sua qualidade.

Visita a Fábrica de Cortiça

Pernoita em Évora

8ºDia

Évora - Monsaraz - Algarve

Neste dia deixamos Évora em direção ao Algarve. No caminho iremos vistar outras cidades alentejanas como Monsaraz, junto ao Guadiana no cimo de uma colina, conquistada aos Mouros em 1167 por Geraldo sem-pavor tendo sido entregue aos templários por D.Sancho II para sua defesa e povoamento, uma pequena povoação, com as suas ruas de xisto e as paredes caiadas de branco.

Um reviver da época medieval, nesta que é uma das mais bem conservadas vilas históricas Portuguesas, paredes brancas de cal e xisto, com o vento a sussurrar entre suas ruas e calçadas.

Tantas histórias de reis audazes, cavaleiros templários, e tantas gentes que por aqui passarem, a visita ao Castelo é imprescindível, bem como admirar o gigante lago que divide Portugal e Espanha.

Visita a S. Pedro do Corval – Nesta típica vila Alentejana conhecida como a capital das olarias temos mais de trinta olarias, um dos mais famosos produtos de artesanato no Alentejo.Se assim desejar poderá tentar fazer a sua própria peça se conseguir, daqui continuamos caminho para o Algarve.

Olaria em S. Pedro Corval

Pernoita em Albufeira ( Algarve )

​​

9ºDia

Algarve

No nono dia de nosso roteiro 12 dias Portugal, começamos nossa vista ao Algarve a região mais turística do País sobretudo por turistas nórdicos que adoram as praias do Algarve. Albufeira uma cidade antiga, com ruas mouriscas, praias límpidas, mas também com todo o conforto que você merece entre restaurantes, lojas e uma vida noturna apetecível, uma das cidades mais antigas do Algarve.sendo que seu nome deriva do árabe e significa “castelo do mar”. Por ocupar o lugar central da Região, torna-se mais atractiva pois agrega características quer do barlavento, quer do sotavento. U local que apaixonou artistas, pintores, poetas e escritores, Albufeira afirma-se hoje como um dos mais importantes e movimentados centros turísticos do Sul da Europa

Conquistada por Cartagineses, Romanos, povos bárbaros, muçulmanos e finalmente reconquistada pelos cristãos, Lagos apresenta  marcas da passagem de cada um destes povos, quer seja na sua arquitectura, organização física e toponímia, daqui saíram muitas das embarcações portuguesas que nos séculos XV e XVI descobriram o caminho marítimo para diversas partes do mundo. Aqui iremos fazer o nosso passeio ás grutas.

Região de cruzamento de rotas entre o mar Mediterrâneo e o oceano Atlântico, porto de pescadores e comerciantes de várias nações, mas também, zona assolada por inúmeros corsários, o forte de Sagres é o prolongamento criado pelo homem do rochedo natural e foi durante séculos a principal praça de guerra de um sistema defensivo marítimo geo-estratégico.

Passeio de Barco ás Grutas em Lagos

Pernoita em Albufeira ( Algarve )

​​

10º Dia

Albufeira - Silves - Setúbal - Lisboa

Saímos de nosso hotel no Algarve para visitarmos Silves, esta que foi uma das mais importantes cidades muçulmanas no Algarve, mas que foi desvastada pelo terramoto de 1755 que teve o seu epicentro perto de Sagres, são visíveis os vestígios muçulmanos no seu casario, castelo e igreja.

No regresso a Lisboa paramos para uma boa sardinhada em Setúbal, onde os pescadores, os barcos, o rio e o mar são inseparáveis ​​na identidade de Setúbal, visível nas centenas de barcos ancorados ao longo da frente ribeirinha, contrastando com a pele bronzeada de homens de labuta, gente  do mar, acostumados a superar todos os diferentes desafios, com uma sabedoria e humor peculiares, capaz de pintar quadros com palavras que deixam qualquer um hipnotizado.

O centro de Setúbal “Praça do Bocage”, ponto de encontro dos locais, cheio de esplanadas e dedicado a uma das maiores figuras da poesia portuguesa, a sua estátua com os olhos fixos no mar, é o marco desta praça bastante movimentada.

O Parque da Arrábida este belo parque com uma vista maravilhosa, sobre o Atlantico e a Península de Tróia, que tão ficou James Bond no 007 “ao serviço de sua majestade”, depois vamos à Piriquita e lá nos perdermos numa visita guiada entre túneis e barris, até que a garganta refresque com um par de taças de vinho, dentro de nossa programação podemos ainda visitar uma fábricas de azulejos tradicionais desta região Azeitão, fies réplicas de azulejos dos Séc. XVI ao Séc. XVIII, tudo feito de uma forma artesanal.

Visita e degustação em vinícola 

Pernoita em Lisboa

​​

11ºDia

Lisboa

Sairemos de seu hotel á hora acordada por ambos a fim de visitarmos a ” Nova Lisboa” o local onde em 1998 Lisboa recebeu a Expo 98, inspirada no momento glória dos Portugueses ( expansão marítima ), com sua arquitectura arrojada mas também funcional, conhecer a grande obra de Calatrava, o mesmo que desenhou no Brasil o Museu do amanhã.

Uma Lisboa moderna, onde os transportes públicos funcionam simplificou o que veio a melhorar muito o acesso ao centro de Lisboa, para além de local de escritórios de muitas das empresas nacionais e internacionais

Em Alfama, vamos conhecer a parte mais antiga de Lisboa, com suas ruelas e becos, esta antiga Medina Árabe após a reconquista cristã no Séc XII a civilização árabe que viveu aqui foi transferida para outra colina e a aí nasceu o Bairro da Mouraria para descobrir Alfama é mergulhado na autenticidade Português.O fado, a música portuguesa mais típica e carismática, nasceu neste bairro, esta estranha melancolia a que portugueses que chamaram de saudade.

Seguindo vamos chegar ao Castelo de São Jorge, outro dos poucos vestígios físicos da civilização árabe em Portugal, depois da visita a caminho da Baixa, não sem antes deslumbrar a Catedral de Lisboa, com arquitectura Românica,construida no Séc. XII, onde pedido ainda de conquistas, tempo para conhecer o local onde nasceu o santo casamenteiro, Santo António, este santo de origem Portuguesa.

Na Baixa de Lisboa, local mais devastado com o grande terramoto de 1755 que devastou Lisboa, tempo apara entender a importância da arquitetura Pombalina, onde os edifícios foram reconstruídos de uma forma completamente diferente, uma area mais ampla com muitas ruas e praças, isto já prevendo um novo terramoto se utiliza construção anti-sísmica do sec.. XVIII, Marquês de Pombal, foi o estadista responsável pela reconstrução de Lisboa, bem como todas as mudanças econômicas e sociais nascidas após o terremoto.

Cruzando a Avenida da Liberdade até chegarmos á praça Marquês de Pombal onde iremos parar junto ao Parque Eduardo VII e tentar entender a relação e os tratados entre Portugal e Inglaterra e a importância desta relação no futuro do Brasil e apreciar esta fantástica vista.

Depois de almoço nosso Tour de Lisboa, continua para Belém, um autentico livro aberto durante período da expansão marítima dos Portugueses,  lugar dos antigos estaleiros e portos de Lisboa, daqui sairam corajosos exploradores portugueses no século XV descobrindo as rotas marítimas para a Índia, África e Brasil, comemorando este passado glorioso, financiado pela vasta riqueza que fluía para Portugal das colônias.

Aqui vamos então visitar estes três importantes Monumentos; A Torre de Belém, Mosteiro dos Jerónimos e o Padrão dos Descobrimentos, sendo a última paragem será na fábrica dos pasteis de Belém, para degustar este fabuloso doce conventual que atrai milhões de pessoas todos os anos.

Pasteis de Belém

Pernoita em Lisboa

​​

12ºDia

Sintra - Cascais - Estoril

No ultimo dia de nosso roteiro 12 dias Portugal, será o dia para visitar Sintra, começaremos pelo Palácio de Queluz ( visita opcional ), neste palácio onde se encontrava a família Real Portuguesa aquando da invasão dos Frances, que os “obrigam” a mover a capital para o Brasil e onde curiosamente nasceu e morreu Dom Pedro IV de Portugal que em simultâneo foi Dom Pedro I do Brasil.

Seu estilo rococó é se destaca nos seus fantásticos  jardins desiguais bem disfarçado pela sequência de terraços e galerias com colunas da Toscana, encimado por uma escadaria monumental, um decoração forte em estatuária claramente inspirada na mitologia clássica e alegórica, conotou a beleza geométrica das sebes de buxo e os azulejos policromáticos com a pedra e o bronze das muitas de suas estátuas.

Tempo agora para disfrutar do centro de Sintra, com seus becos e ruelas. No centro histórico de Sintra, tem ao seu dispor inúmeras lojas de artesanato Português, bem como os famosos Travesseiro de Sintra, na Pastelaria Piriquita, tempo livre para desfrutar deste local maravilhoso.

Sintra um local com uma grande concentração de monumentos históricos e atracções turísticas bastante interessantes, aqui vamos encontrar mais de 10 monumentos nacionais, incluindo palácios opulentos, ruínas antigas e casas palacianas decorativas dispersas pelas diferentes colinas da região isto em caminhos pedestres bastante desafiadores.

O seu guia o irá ajudar a decidir qual o palácio a visitar ( sugerimos um máximo de dois ), entre; Palácio de Queluz, Palácio da Pena, o Palácio de Monserrate, a Quinta da Regaleira ( com seu poço iniçiatíco ), se deseja algo mais Medieval talvez o Castelo dos Mouros, a escolha é sua de acordo com o seu gosto ou curiosidades.

Continuamos então pela sempre bela a serra de Sintra em direcção a Cascais por Colares, paragem obrigatória para visitar o Cabo da Roca (ponto mais ocidental do continente europeu), “onde a Terra termina e o mar começa” palavras de Luís de Camões escritas em Os Lusíadas, (Canto VIII).

O imponente Farol com 165 metros de altura construído em 1772, o “poder” do Oceano Atlântico, revelando-nos um dos lugares mais emblemáticos em Portugal,  local de extrema importância no período da expansão Marítima.

Chegando à vila de Cascais com a sua lindíssima baía hoje um local bastante aprazível para viver ou até umas pequenas férias, repleta de pequenos barcos de pescadores, tempo livre para explorar esta pequena vila, tão reconhecida que atrai milhares todos os anos.

Entre a baía de Cascais e a serra de Sintra, Cascais foi durante século XIX, o local escolhido pela família real Portuguesa para férias que acabou por arrastar toda a nobreza, no Largo de Camões, no centro histórico, vai encontrar muitas lojas e restaurantes. storil, palco da espionagem durante a segunda guerra Mundial, onde viveu Yan Fleming o conceituado escritor dos livros que deram origem ao 007 onde se pode deslumbrar as imensas propriedades bem como o Casino do Estoril (considerado o maior da Europa).

Terminamos nosso roteiro 12 dias Portugal, com o sentimento de dever cumprido…

Queijadas de Sintra

Pernoita em Lisboa

​​

Final

Transfer para o aeroporto

Passeio Braco - Algarve
Melhor época para ir a Portugal
Ria Aveiro
Aveiro em Portugal
Santuário de Fátima
Porto

Tour Reviews

5.00 based on 4 reviews
19 Julho, 2017

Conhecemos a Walkborder e contratamos seus serviços. O atendimento do Sr. Hugo foi rápido, agendamento e confirmação. Fomos atendidos pelo Sr. João, pontualíssimo, atencioso, gentil.
Nós ficamos extremamente satisfeitos e esperamos fazer muitos outros percursos com eles.
Se estiver vindo a Lisboa, considere contratar o serviço de passeio, curta o caminho e ainda tenha uma aula sobre a cidade e dicas especialíssimas.

27 Dezembro, 2017

Sr Hugo muito obrigado pelas suas palavras mas
se há alguém que merece agradecimentos são vcs da equipe Walkborder , em especial o Sr . João.
Graças a Deus tivemos a oportunidade de visitar muitos países e , portanto muitas pessoas , mas nenhuma com tamanha cultura , delicadeza educação , presteza e cordialidade como o Sr . João Meireles.
Temos o nítido sentimento de que deixamos em Lisboa um ente da família.
Agradecemos imensamente a oportunidade de vos conhecer .
Estamos em Barcelona mas com muitas saudades do “nosso” João .
Irei me pronunciar também junto ao trip advisor sobre a excelência dos serviços de sua empresa.
Muito obrigado mesmo por tudo
Um forte abraço a vc e um beijo enorme no Sr. João .

19 Abril, 2018

Fui com minha família para Portugal em maio/2018 e contratamos a Walkborder para os Tours Fátima, Nazaré e Óbidos e o Tour Lisboa e Sintra (que incluía Cascais e Estoril), o atendimento excelente, desde o primeiro contato com o Hugo para fechar os passeios que tirou todas as dúvidas até o guia Carlos que foi sensacional, ajustou o passeio a nós e não nós ao passeio (flexível, exatamente como diz o site), uma grande vantagem do passeio privativo. Recomento a todos forem a Portugal

18 Novembro, 2018

Queríamos agradecer a pontualidade, cordialidade, e conhecimento histórico do guia Rubens e do Coordenador Hugo. Impecáveis no atendimento deram o melhor de si para tornar nossa visita ainda mais especial. Responderam prontamente a todos os chamados. Mesmo num dia chuvoso e com grande dificuldade de estacionamento em Sintra, o Rubens manteve se calmo, tornando nosso passeio o maior proveitoso possível. Escolhemos Castelo da Pena( tivemos que visitar sozinhas pela falta completa de estacionamento) mas alugamos por 3 euros o áudio guia que foi fundamental para melhor aproveitamento. Na Quinta da Regaleira, totalmente imperdível, Rubens nos acompanhou em parte da visita deixando nos sozinhas para curtir e descobrir seus encantos no final..sem qualquer pressa ainda nos levou a Cabo da Roca e Boca do Inferno além de Cascais em nosso ritmo… Passeio durou das 9 às 18h…
Com carro muito confortável tornou nossa lua de mel perfeita e a chuva só abençoou ainda mais… aliás Sintra com chuva fica ainda mais misteriosa e encantadora
Agradecemos muito e esperamos poder contar com seus serviços novamente! Parabéns.
Juliana e Fabricia

Leave a Review

Rating