Azulejos em Lisboa
Cidade do Porto
Azulejos em Lisboa
Os azulejos para além de decoração são parte de cada ” português “.

A palavra azulejo vem de “azzelij”, palavra árabe que significa pequena pedra polida, os azulejos contam uma história ou retratam uma tradição, a melhor forma de conhecer esta bela e singular forma de arte tradicional Portuguesa, é caminhar pela cidade, ou visitar o museu dos azulejos .

História

Os azulejos sempre foram utilizados originalmente em Portugal tendo sido utilizados também  em noutros países, como Itália, Espanha, Turquia ou Marrocos, os azulejos não têm, em nenhum outro país, o mesmo simbolismo nem a mesma relevância da expressão artística nacional como em Portugal.

Em Portugal os azulejos são usados para decorar interiores ou fachadas de casas ou igrejas. Com uma enorme intervenção poética na forma arquitectónica de Lisboa (e outras cidades Portuguesas),  submetidos a várias influências, desde a tradição islâmica às influências holandesas, o que moldou e mudou a arte de criar azulejos, as suas características e a sua utilidade.

Museu do Azulejo

O museu do azulejo tem duas características sedutoras, uma o próprio museu e sua  notável colecção de azulejos que detém , por outro lado  o impressionante edifício, um antigo Convento Madre de Deus, fundado em 1509 pela Rainha D. Leonor, possuindo uma requintada Igreja  no interior, com as paredes com azulejos e pintadas com folha de ouro.

Sua colecção mostra peças feitas desde o século XV, durante o período arcaico, até o século XXI, mostrando como esta forma de arte se adaptou aos nossos tempos ,além do edifício e as peças antigas em exposição permanente, tem também trabalhos das fábricas contemporâneas ou dos artistas individuais que estão expostas durante as exposições temporárias.

Azulejos em Lisboa

Os azulejos em Lisboa estão presentes em muitos cantos da cidade, como nos miradouros, nas estações de metro, nas fachadas das igrejas, ou nas paredes de edifícios importantes.

No bairro de  Alfama, os azulejos mostram imagens de santos , colocados muitas vezes na entrada das casas como forma de protecção das mesmas.

No Mosteiro de São Vicente de Fora os azulejos descrevem a conquista de Lisboa, com os cristãos a subir a muralha construída pelos muçulmanos.  descrevendo esta batalha de 1147 podendo ver algumas armas de guerra , assim como os corpos.

No Bairro Alto ou na zona do Chiado, algumas das fachadas das casas estão cobertas desta arte Portuguesa sempre contando  uma história , deixe-se levar pelas ruas e estude os símbolos, as formas e os materiais representados.

Sem esquecer a  Igreja de São Roque ou na casa Ferreira das Tabuletas.

About Author

Hugo Gonçalves
O Hugo é uma pessoa extremamente comunicativa que adora viajar e ama o que faz. Ainda jovem começou a trabalhar como taxista na cidade de Lisboa que fez com que ficasse a conhecer a cidade e o País como ninguém e para além disso ganhou um gosto especial por comunicar quer seja com as gentes locais ou com muitos turistas com que se cruzada em cada dia. No entanto a vontade de saber mais e dar asas ao que realmente gostava de fazer, decidiu voltar a estudar Turismo na melhor escola de Turismo em Portugal e mudar toda a sua vida para fazer aquilo que realmente gosta, dar a conhecer o seu pais ao Mundo de uma forma genuína e autentica.