Onde será que o Fado nasceu?

 

Sobre a  origem do Fado, muito se poderia dizer ou escrever, um estilo musical tipicamente português,  pensa-se que o fado tenha origem  no lundum, música dos escravos brasileiros que teria chegado até nós através dos marinheiros outra hipótese poderá ter sido através dos trovadores medievais.

Cantigas de amigo revelam semelhanças com alguns temas recorrentes de Lisboa, assim como as cantigas de amor possuem a áurea romântica do Fado de Coimbra ( cantados exclusivamente por homens ), pois  estará associado aos temas do amor – realizado nas célebres serenatas à pessoa amada – e do findar de um ciclo da vida concretizado na despedida da universidade de Coimbra.

Fado
Fado

Considerado Património imaterial da Humanidade pela UNESCO desde Novembro de 2011, e esteve sempre presente em momentos de socialização e lazer espontaneamente sobretudo em Lisboa, muitas vezes associado a contextos sociais regidos pela marginalidade e transgressão, em ambientes dúbios frequentados por prostitutas e marinheiros.

Não se sabe exactamente a origem do Fado, no entanto pode ter sido originário de canções árabes entre a população que viveu entre o bairro da Mouraria  em Lisboa após a Reconquista  de Lisboa aos Mouros.O fadista é sempre acompanhado pela famosa guitarra portuguesa e uma viola clássico que fornece a percussão, por vezes o fado é “disputado” por dois cantores (em alguns casos improvisando os versos), caso em que é chamado de “Fado à”. desgarrada “.

Fado
Fado

A figura de Maria Severa (1820-1846) permanece como a mítica representante desta musica lisboeta de meados do século XIX, tendo mesmo sido objecto de um romance e peça de teatro com o seu nome, posteriormente adaptada ao cinema por Leitão de Barros.

Já no século XX, o Fado tem em Amália Rodrigues (1920-1999) a sua embaixatriz nos maiores palcos de todo o mundo, onde a sua voz interpretou canções como “Povo Que Lavas No Rio”, “Foi Deus”, e “Vou Dar De Beber À Dor”.

Outros Fadistas que fizeram a história deste estilo musical incluem Carlos do Carmo, Carlos Ramos, Alfredo Marceneiro, Fernando Maurício, Hermínia Silva, Lucilia do Carmo, Maria Teresa de Noronha, Antonio Mourão, Rodrigo, Tristão de Silva, e Maria Alice, entre muitos outros.

Amália Rodrigues
Amália Rodrigues

Nas décadas de 80 e 90, novas gerações surgiram, das quais se destacam Nuno da Câmara Pereira, Dulce Pontes, e Camané, entre outros.

O fado de Coimbra estará associado aos temas do amor – realizado nas célebres serenatas à pessoa amada – e do findar de um ciclo da vida concretizado na despedida da universidade.

Nesta variante, destaca-se o nome do guitarrista Artur Paredes – pai de Carlos Paredes – , intérprete inovador do estilo coimbrão de tocar guitarra. Grandes nomes  de Coimbra incluem Edmundo Bettencourt (1889-1973), António Menano, e Armando Goes, entre outros.

Fado
Fado

Venha conhecer o Fado, faça-o na nossa companhia é claro!!!

About Author

Flavio
O Flávio é um jovem que adora desporto, sobretudo tudo o que esteja ligado ao futebol e conhecer novos países, novas culturas. Nasceu numa família entusiasta por viajar ou não fosse seu pai, o Hugo uma pessoa que chega mesmo a ser considerado um verdadeiro embaixador de Portugal pela sua dedicação ao Turismo, outro de seus hobbies é a leitura o que o faz viajar pelo Mundo sentado numa cadeira. Embora jovem sente o Turismo como ninguém de tal forma que é já estudante de Turismo, carreira que espera encabeçar num futuro próxima isto visto pela sua dedicação em tudo a que se propõe.